Edilamar Martins

Simpática e apaixonada pelo que faz, Edilamar é uma mulher que sabe o que quer. Boa parte dessa inspiração vem do pai, empresário, que a ajudou a ter essa veia empreendedora. “Ele foi meu primeiro coach e é responsável pelo meu caráter empreendedor.” 

 

Edilamar chegou a Londres há apenas três anos, depois de uma temporada na Espanha, e desde então tem batalhado para conquistar um lugar na sua profissão.

 

A ideia principal era trabalhar em hospital, já que é formada em técnica de enfermagem.

 

Mas logo os planos mudaram e a paixão pela estética falou mais alto. Sendo assim, ela uniu suas outras qualificações, que incluem técnica em nutrição e dietética, e mergulhou de cabeca no mundo da beleza, abrindo seu próprio atelier.

 

De acordo com Edilamar, a indústria da estética tem crescido a passos largos, e como consequência vem à tona um dos maiores problemas da área: a falta de mão de obra qualificada. “A informalidade é um grande obstáculo. Muita gente desqualificada cobrando barato por serviços sérios e que podem afetar a vida das pessoas.”

 

Sempre baseada na conscientização do cliente, a profissional afirma que estética não é milagre, e sim um tratamento para várias condições de beleza. “A estética ajuda mas não faz milagre. Não posso prometer o que não vai acontecer. É necessário conscientizar o cliente para que ele saiba o que esperar.”

 

Mas a trajetória até aqui não foi fácil e contou com muito esforço e sacrifício. Foram dois anos de investimento e dedicação. “Não saía, não comprava nada. Só pensando no que eu queria.” E deu certo! Com uma equipe de cinco pessoas, Edilamar está à frente dos negócios e toma conta de tudo pessoalmente. “Não tenho preguiça. 'Sorte' é levantar cedo e ir trabalhar”, afirma.

 

Para Edilamar, o segredo do sucesso é a dedicação que ela proporciona aos clientes. “Eu mesma recebo os clientes. O diferencial é o carinho e a atenção, e o sucesso é o reconhecimento dos clientes”, ela diz.

 

Quanto ao fracasso, Edilamar é categórica. “É preciso ter maturidade, para saber que nem Jesus agradou a todos, e humildade para aceitar que não dá para fazer tudo, principalmente quando se trata de processos químicos que não dá para controlar plenamente, porque depende em parte da reação de cada cliente.”

 

Vivendo um dia de cada vez e sempre aberta para as oportunidades, Edilamar é uma empresária que não deixa as chances de progredir passarem despercebidas e oferece dicas valiosas aos que estão começando.

“É preciso arriscar, sem medo; mas se fracassar, levanta e continua tentando. Do chão não se passa. Tente mas não se prolongue demais. Coloque prazo, e se não der retorno, comece de novo e trabalhe duro.”