Saiba mais sobre a  mamografia

 

Todas nós sabemos o quanto é importante fazer a mamografia com periodicidade, o cuidado e precaução ajuda a salvar vidas. 

Para entendermos melhor e tirar todas  as dúvidas de vocês  leitoras, entrevistamos o Dr. Guilherme de Castro, Mastologista brasileiro em Londres. 

  AC- A partir de qual idade deve-se começar a  fazer mamografia?

 Dr.Guilherme- A mamografia é um exame indicado para detecção precoce de câncer de mama. À partir dos 40 anos de idade a doença começa a ser mais incidente, decorrente do conflito celular no órgão, decorrente da substituição do tecido mamário pelo adiposo (gordura). Promovendo uma maior flacidez e transparência radiológica. Portanto, aos 40 anos de idade as mulheres podem realizar a sua primeira mamografia que servirá para controle futuro. Antes dessa idade a mama é densa e dificulta a visualização de possíveis lesões iniciais.

 AC-  De quanto em quanto tempo deve ser feito o exame?

Dr. Guilherme - A periodicidade de realização do exame é seguro uma a cada dois anos entre 40 e 50 anos de idade e à partir dessa data, uma a cada ano. Vale destacar que mulheres com história familiar de alta ocorrência câncer de mama merecem exames antes dos 40 anos, avaliada pelo médico para tal necessidade. Exames de ultrassonografia auxiliam na visualização de lesões nessa faixa etária.

AC-  Existe algum tipo de cuidado para se ter  antes da realização do exame?

Dr. Guilherme- Não existe cuidado especial para a realização do exame. Mulheres com ciclos ovulatórios regulares são melhor avaliadas na primeira semana após a menstruação, quando as mamas estão em fase de repouso e menos edemaciadas. Gestantes não podem realizar o exame nos primeiros quatro meses e depois somente com indicações precisas e especiais. Mulheres amamentando não devem realizar porque a densidade mamária inviabiliza a identificação de patologias.

AC- O exame pode ser feito no período menstrual? 

Dr. Guilherme- Sim. Vale a pena mencionar que os mamógrafos atuais possuem tecnologia digital, que promovem uma insignificante compressão do órgão e uma baixa radiação, não promovendo efeito colateral significativo para o restante do corpo. A preocupação com a tireoide não se justifica, pois o nível de efeito radioativo é compatível com o que o sol nos expõe, mesmo não dentro de casa, num período de 90 dias.

AC- O câncer de mama tem surgido em mulheres cada vez mais jovens,  com  isso como  a doença poderia ser detectada no início já que existe uma idade para começar a fazer o exame? 

Dr. Guilherme- O câncer de mama em idade anterior aos 40 anos é sugestivo de um processo genético hereditário que deve ser avaliado com maior atenção, por serem patologias de menor resposta às terapias existentes no mercado. Alguns testes genéticos, em análise sanguínea, conseguem identificar alterações sugestivas de que aquela mulher pode desenvolver a doença em alguma fase da vida. Dependendo do resultado podemos indicar a Ressonância Magnética do órgão para esses casos.

Dr. Guilherme de Castro atende na London Prevention Clinic, mais informações pelo site www.lpclinic.co.uk