Como anda suas finanças?

Comece hoje mesmo a cuidar de suas finanças: 7 passos fundamentais

Saber como administrar a sua renda é essencial para garantir que todas as suas contas estejam sempre em dia e sempre haja dinheiro disponível para você investir no que quer, e ainda estar preparado para alguma eventualidade.

Antes que se possam buscar caminhos para solucionar uma crise financeira, é preciso entender o que motivou esse fato.

Quais são as causas dos problemas financeiros?

Uma razão que pode ser elencada é o embaraço que muitas pessoas possuem em lidar com a oferta de crédito. As ofertas de crédito surgem a todo o momento, em diversos lugares, e tentadas pela facilidade e o desejo de consumo, as pessoas aceitam essa oferta de crédito supostamente vantajosa e se comprometem sem ter condições para lidar com isso.

Além de tudo isso, uma causa igualmente importante é a má administração do dinheiro. Obviamente os fatores externos contam muitos pontos, mas se você é alguém que adota uma postura sensata economicamente, dificilmente passará por alguma situação de “arrocho”.

Dicas de passos fundamentais para cuidar bem de suas finanças

Independentemente de como andam as suas finanças, prezar por uma boa gestão dos seus recursos é algo essencial. Ninguém quer ser pego desprevenido por uma fatalidade ou não ter condições fazer algo do seu interesse por não ter recursos suficientes, e menos ainda estar “no vermelho”.

Selecionamos algumas dicas que ajudarão você a cuidar de suas finanças da melhor forma possível.

1. Planejamento e organização

O planejamento e a organização sem sombra de dúvida são itens essenciais para a sua saúde financeira. Obviamente, imprevistos acontecem, mas com um planejamento adequado dificilmente você terá problemas.

Em uma planilha ou outro tipo de documento, anote todas as despesas fixas que você tem no mês, como aluguel, água, luz, telefone, prestação da casa ou carro, transporte, gastos com supermercado e assim por diante. Esses são os seus gastos essenciais.

Somente depois de estipuladas as suas despesas com aquilo que é essencial é que você deve fazer uma relação de outros gastos, como roupas, médico, lazer, etc.

2. Monte um fundo de emergência

Nem sempre tudo ocorre como o planejado e podem acontecer coisas inesperadas. Não é necessário se deixar pegar desprevenido. Após efetuar seu planejamento mensal e ter pago suas contas, não gaste tudo: reserve ao menos uma parte para poupar, que possa ser usada em casos de emergência.

3. Cortes gastos desnecessários

Um dos maiores fatores de endividamento são os gastos desnecessários. Não que não se possa desfrutar um pouco mais do dinheiro, mas isso é diferente de fazer gastos frequentes e excessivos.

Analise e veja em sua planilha de gastos aquilo que você pode cortar e não fará falta. Outra coisa é verificar em suas contas se há alguma cobrança de tarifa desnecessária e cancelar o serviço e assinatura correspondente, se for o caso. Descontos e abatimentos são sempre bem-vindos.

4. Tenha ciência dos seus ganhos totais

Não basta apenas estipular as despesas, mas obviamente também é preciso saber o quanto você ganha e com qual frequência. Anote todo tipo de rendas que você tenha, sejam elas de caráter passivo ou ativo. Com isso você sabe com mais precisão o quanto de recursos você tem, o quanto pode utilizar e como poderá administrá-los mais corretamente.

5. Gaste sempre menos do quanto você ganha

Essa é outra dica básica para cuidar de suas finanças. É uma das principais razões que levam alguém a se ver envolto em dívidas e toda sorte de problemas financeiros. Se você sabe exatamente o quanto ganha e o quanto é minimamente necessário para ter uma vida digna e plena, viva dentro desse limite orçamentário.

Se você desejar comprar algo ou fazer algum investimento, ele deve ser feito dentro da medida de suas possibilidades reais, e não por meio de alguma atitude financeira irracional.

6. Procure sempre por descontos e promoções

Isso vale para todo tipo de despesa que você possa ter. Faça sempre uma boa pesquisa de preços antes de adquirir algum produto ou serviço e verifique se é possível obter algum desconto.

No caso de compra de produtos, observe se existem promoções. É interessante também por vezes aguardar um pouco mais e esperar uma época mais propícia para o surgimento de promoções, como épocas especiais, entre outras situações.

7. Compre à vista sempre que possível

É claro que às vezes necessitamos de algo, porém o dinheiro disponível não é o suficiente e optamos por comprar a prazo. Salvo algumas raras exceções, opte sempre por fazer compras à vista. Nem que demore

um tempo maior para possuir o que quer, porém isso trará mais tranquilidade para o seu bolso.

Acompanhe suas finanças com atenção e prudência

Atenção e prudência são as palavras-chave para você que quer cuidar de suas finanças de um modo mais racional e correto. Não importa quais sejam as condições externas, pois com atitudes sensatas em relação aos seus recursos e despesas você estará sempre com suas finanças em dia e progredindo.

 

Texto: Lenne Moghadari