Polícia de PE considera beijo forçado como estupro

 Polícia de PE considera beijo forçado como estupro

 

Quem já brincou carnaval não só em PE, mas em outros estados do Brasil sabe como as brincadeiras se misturam com o assédio nos famosos bloquinhos e bailes de carnaval. 

Esse ano a polícia de Pernambuco tomou uma atitude para tentar diminuir o assédio contra a mulher e incluiu o" beijo forçado"  como característica de estupro. No  artigo 213 do Código Penal Brasileiro,  o crime de estupro é qualquer ato de “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso.” A pena pode variar entre seis e dez anos de reclusão.

O Chefe da polícia Civil de Pernambuco  ainda disse que a mulher que for vítima desse crime pode procurar qualquer policial civil, militar ou guarda municipal.