Ego ou simplesmente eu.

Ego ou simplesmente eu.

 

Nesta semana fui assistir a “Dream Girls” no teatro Savoy. Um musical sobre a trajetória de 3 cantoras. A arte imita a vida,  e numa cena que definiu a história profissional de uma das personagens estava nossa conversa de hoje.

 

Quem sou eu em minha vida profissional? Como me vejo? Como imagino ser visto? O quanto negocio com a realidade? Como aprendo? Como lido com posições contrárias às minhas? Estas e outras perguntas acompanham nossa trajetória profissional e do personagem Effie White, e sempre que olhamos nosso desempenho e nossas relações interpessoais falamos positiva ou negativamente de nosso Eu.

 

Ego,  "Ich",  em alemão, ou, simplesmente, “Eu”, em bom português, é na teoria psicanalítica uma das três estruturas do modelo de aparelho psíquico de nosso amigo Freud, neurologista austríaco e pai da Psicanálise. Essa instância agrega a consciência que tenho de mim, minha identidade e a forma como percebo o outro, a realidade ao meu redor.

 

Imagine que em sua vida profissional você se compreende competente para a execução de uma tarefa. Imagine que, na execução, a realidade lhe faça novas exigências. Como você reage? Como você comunica? Como reage ao não saber? Aí repousa uma dinâmica saudável ou não.

O hábito de fazer perguntas é de grande auxílio quando precisamos checar nossa dinâmica. Em um momento de crise e decisões importantes na sua trajetória profissional, questione-se, coloque-se no lugar do que lhe incomoda. A estranheza nos momentos de dificuldade é a própria vida lhe propondo expansão. Pare! Dois ou três passos. Afaste-se. Encontre sua gestalt e pergunte o que esse tempo está tentando lhe dizer. A vida é expansão constante. Um Ego frágil não pode fazer perguntas.

 

Admitir-se precário mesmo será valioso para não seguir engessado e rígido em sua análise. Como na vida, a trajetória de Effie White, em Dream Girl, é feita de escolhas. Perceber-se em constante transformação e admitir o contraditório em si, no outro, no aqui e agora, aí repousa a valiosa arte de viver.

 

 

Katia Kauffman Pessa

Psicóloga Clínica e Hospitalar. Especialista em transtornos Alimentares e Obesidade. Especialista em Atendimento Psicológico Online.