Cresce o número de pessoas mortas por homofobia no Brasil

Cresce o número de pessoas mortas por homofobia no Brasil

 

 Foram  445 pessoas  lésbicas, gays, bissexuais e transexuais  (LGBT)  que  morreram vítimas de homofobia o ano passado no Brasil o equivalente a uma vítima a cada 19 horas. 

Vítimas essas que perderam suas vidas para o preconceito, 387 foram mortas e outras 58 tiraram suas próprias vidas pelo  mesmo motivo : A intolerância. 

O levantamento foi feito pelo Grupo Gay Bahia (GGB) o qual monitorou e registrou o número de mortos por homofobia, os dados representam um aumento de  30%  com relação a 2016 quando foram registrados 343 casos. Pode parecer assustador, mas são números reais. 

O estado  com maior registro dos crimes por ódio foi São Paulo, seguido de Minas Gerais e Bahia. 

Com relação a maneira como as mortes  ocorreram 136 foram com armas de fogo, 111 com armas brancas, 32 após espancamento, 22 por asfixia e 58 por suicídio.