Trabalho X Felicidade

Cristyani Paiva é Psicóloga e Coach de Transição de Carreira e Felicidade Profissional, através da sua história ela nos conta como é possível alinhar trabalho com felicidade. 

Quando fiz 18 anos comecei  a trabalhar, a ideia  era apenas trabalhar e ganhar dinheiro, é assim que a maioria das pessoas entram para o mercado de trabalho. Se eu gostava do que eu fazia no meu trabalho? Isso não era importante.

Conciliava o trabalho com a faculdade de Psicologia, até que um dia resolvi sair e me dedicar aos  estágios na minha área da faculdade. Me formei e comecei a exercer psicologia , sempre adorei   desenvolvimento humano, só que  mais uma vez me deixei   levar pelo imediatismo. Início de carreira,  sabe como é, retorno financeiro  lento junto com imaturidade, e pronto, abandonei minha  profissão e voltei para o mundo corporativo em outra área. 

Após de 16 anos trabalhando na mesma empresa, comecei a sentir o peso da minha escolha errada e pensei : Será mesmo que tem que ser assim? Eu preciso acordar todos os dias para fazer algo que eu odeio? Sim , porque a essa altura aquilo que eu não gostava eu passei a odiar. 

As dores de cabeça aumentaram, as noites de sono perderam a  qualidade, a alegria foi diminuindo, o consumo por chocolate e sapatos aumentando,  como um espécie de fuga e recompensa por trabalhar demais  e  cheguei a  conclusão que eu precisava  mudar ou ficaria  doente.

Resolvi então  começar a  fazer minha transição de carreira e após 18 anos  voltei para o mundo do desenvolvimento humano que é o que eu amo fazer. Ufa! Consegui consertar as coisas!

Hoje, meu trabalho é ajudar as pessoas que, como eu, fizeram escolhas erradas e querem consertar tudo. Conheço muitas pessoas que vivem mal e acham que não tem outra solução, mas isso é possível sim  e tenho  grande prazer em ver os resultados de cada pessoa que  atendo o que  agrega um valor inestimável ao meu trabalho. 

 Imagem : Google 

Imagem : Google 

Acredito  que o trabalho deve ter uma função muito maior do que ser apenas um meio de sobrevivência, só precisam  estar alinhados os  seus valores aos seus interesses. O trabalho precisa fazer parte da sua vida, assim como seu casamento, sua família e  seus amigos. O que  mais vejo atualmente é o contrário,  a vida fazendo parte do trabalho e por isso as pessoas estão tão esgotadas, mas acredite que você pode mudar isso , não  é fácil mas vale muito à pena.