Novas regras para adoção no Brasil prometem agilizar o processo

Novas regras para adoção no Brasil  prometem agilizar o processo

 

Hoje mais de 7 mil crianças estão em busca de uma família do Brasil, entre elas  crianças com necessidades especiais e grupo de  irmãos. 

Para agilizar o processo a justiça dará prioridade aos interessados em adotar esses dois tipos de crianças, isso não quer dizer que o processo será menos rigoroso, mas digamos que será  mais ágil. 

 Além disso a nova lei também reduziu o chamado  " estágio de convivência" período o qual a nova família passa com a criança para adaptação antes de terminar o processo de adoção, agora esse período será de no máximo 90 dias, mas dependendo da situação pode ser prorrogado e para finalizar o processo  deve ser concluído em até 120 dias, podendo também ter  algumas exceções. 

As novas  regras  foram inseridas  no último dia 22 de novembro na Lei n. 13.509. e já estão valendo desde o dia.