Family Court muda regras para "salvar" crianças

Family Court muda  regras para "salvar" crianças

 

Family Court muda suas regras  para proteger as crianças de pais violentos durante disputas de guarda. 

A lei que antes defendia  que  ambos os pais tivessem direito a visitas e acesso as crianças será mudada a partir de hoje.
 A Women's Aid,  começou  umacampanha para as mudanças há mais de um ano  para que os juízes tenham  treinamento obrigatório para lidar com os casos específicos que envolvam crianças,  20 crianças foram mortas por um pai também acusado por violência doméstica neste último ano . A maioria desses casos seguiu uma ordem judicial que significa que as crianças tiveram que ter visitas de contato ou mesmo viver com um pai abusivo.


Nos tribunais de família, os juízes devem seguir orientação, conhecida como Direção de Prática 12J, ao tratar casos em que a violência doméstica é citada como um problema.
Após a campanha Child First pela instituição de caridade, lançada no programa Victoria Derbyshire em janeiro do ano passado, Lord Justice Cobb realizou uma revisão da orientação, o que resultou em algumas alterações.

A partir de agora não deve haver a obrigação perante a lei do contato obrigatório  entre filhos e pais violentos, já que isso coloca em risco a vida do outro pai e das crianças.