Como não começar na segunda-feira
shutterstock_291569966.jpg

Como não começar na segunda-feira.

Saiba como se livrar das sabotagens da sua mente e driblar as armadilhas que fazem você procrastinar. Vamos falar sobre a dificuldade de colocar em prática decisões importantes que exigem de você um certo esforço para sair da zona de conforto e as suas escolhas sobre como começar, que fazem você procrastinar indefinidamente o que quer fazer.

Se o fato de inserir um novo comportamento, tarefa ou projeto na rotina, gera insegurança de não saber por onde começar e medo de não conseguir cumprir com o objetivo, a falta de enfrentamento provoca uma sensação de fracasso contínuo e afeta a visão que você tem sobre si mesmo.

O problema é que ao perceber a necessidade da mudança e o que deve ser feito, você já passa a enxergar o resultado, quando deve olhar e buscar o passo a passo da execução e achar formas de entrar no jogo, ao invés de pensar em ganhar sem estar nele.

Não confunda querer o resultado com querer o resultado agora! Você precisa entrar no jogo e se situar para então buscar a vitória. Veja, se você decide implantar uma nova tecnologia, entrar na academia, emagrecer 20 quilos, correr 10 quilômetros ou mudar de casa, enfrentar isso (o resultado final) na sua agenda em meio a todas as suas responsabilidades, problemas de sempre, e-mails, telefonemas e reuniões, é uma tarefa heroica, e você (certamente, por gostar muito de aventura e emoção), ainda joga para segunda-feira!

shutterstock_591512819.jpg

Talvez você realmente acredite que segunda-feira chegue com uma recarga de energia, seja uma espécie de primeiro de janeiro da semana e que isso vai ser suficiente pra colocar você nos trilhos. Só que não. Segunda traz consigo as pendências da semana passada, dois dias pra recuperar, a desandada de ritmo e muitas vezes a necessidade de se refazer dos ocorridos nos finais de semana. Daí vem você e despeja seus novos projetos onde? Na segunda-feira. Não sei para você, mas no meu ponto de vista, essa proposta tem tudo para transformar a sua segunda num monstro mitológico do tipo impossível de abater, e fazer de você uma ameixa seca no final do dia, com uma imensa sensação de fracasso ao olhar para a agenda e perceber que não foi dessa vez, e que seus projetos vão ter que ficar, de novo, para depois.

Se começar algo novo envolve mudança e mudança dá medo, você já tem que saltar um obstáculo. Se você joga esse projeto que vai resolver seus problemas e/ou mudar a sua vida para uma segunda-feira, vai ter que dar um Duplo Twist Carpado. Se você fica ansioso pelo resultado e acha que não adianta dar pequenos passos se não trouxerem os resultados definitivos, está desistindo de usar suas armas e escudos na arena (sim, porque você já está nela e a vida não espera o seu momento ideal). A consequência? Mais cedo ou mais tarde você vai sair machucado, bem machucado. Falando mais sério ainda, deixar para segunda nada mais é do que deixar para depois, em outras palavras você está tentando se iludir que está comprometido com a ação, quando na verdade quer uma forma de tentar protelar e boicotar a execução.

Você já calculou quantas segundas tem num ano?

Acredito que você não calculou que em 2019 temos 52 segundas-feiras, mas no fundo sabe que existem várias e que não vai mentir para si mesmo se disser que vai começar na segunda, não é mesmo?

Vá que numa...Oras, você está só tentando aumentar as suas chances, enquanto amplia seu prazo e mantém a negociação. É, você joga consigo mesmo nas pegadinhas da sua mente. Se você realmente quer alcançar seu objetivo simplesmente faça.

shutterstock_1362582560.jpg

Dar a partida é ultrapassar a linha que divide o pensamento do “vou fazer” para “estou fazendo” e isso pode parecer bobagem, mas faz uma diferença enorme na sua mente e na prática. Achar o momento perfeito é diferente de achar as condições ideais. Você sempre vai ter uma festa, uma viagem, um feriadão, um tratamento, uma reunião que vai engrossar a tentação de adiar os planos, por isso você precisa estar atento para manter o seu propósito e dar o primeiro passo.

As dicas para ajudar você a caminhar em direção ao que realmente quer e precisa fazer são:

1) Reflita se você realmente quer agir, considerando todo o custo x benefício que a mudança trará, até chegar a uma decisão definitiva que você não irá mais questionar;

2) Feito isso, desmanche o seu projeto em pequenos passos, assim você vai ver que é possível iniciar a realização sem ter que matar o monstro no primeiro dia;

3) Crie uma rotina e cumpra. Dar a largada é extremamente importante para introjetar a ideia que você já está realizando a mudança, mas a rotina de dar passos todos os dias, ainda que pequenos, é fundamental para a mudança de hábito e para manter firme o seu propósito. Você vai sentir orgulho;

4) Comece agora, diga para você mesmo: eu estou fazendo. Não importa se não vai ser da forma ideal, com o tempo ideal, na duração ideal. O importante é começar, porque sempre haverá um pensamento sabotador, trazendo diversos motivos para te convencer que depois também não será ideal, quando o depois chegar;

5) Se por algum motivo real você não pode começar agora, marque para um dia do mês, assim sua mente não vai poder negociar com você para uma “outra segunda” e você assume um compromisso que se torna mais difícil de adiar.

Você está vivo?

Então experimente fazer diferente.

Saia da rotina.

Não deixe para depois.

Lembre-se: o depois não existe, pois sempre há um depois assim como há inúmeras segundas-feiras.

Fonte: https://administradores.com.br