A Inglaterra proíbe artigos de plástico apartir de abril de 2020

A Inglaterra proíbe artigos de plástico a partir de abril de 2020

Você está comendo plástico?

Canudos de plástico, agitadores e cotonetes serão proibidos na Inglaterra a partir de abril de 2020, como parte dos planos destinados a reduzir drasticamente os resíduos de plástico.

O governo do Reino Unido confirmou a proibição na quarta-feira após uma consulta aberta com o público, de acordo com uma declaração de autoridades ambientais. Autoridades estimam que 4,7 bilhões de canudos de plástico, 316 milhões de agitadores de plástico e 1,8 bilhão de cotonetes de plástico são usados na Inglaterra a cada ano, com 10% de cotonetes jogados no vaso sanitário.

"É necessária uma ação urgente e decisiva para combater a poluição plástica e proteger nosso meio ambiente", disse o secretário do Meio Ambiente, Michael Gove.

O movimento é projetado para cortar resíduos de plástico.

"Esses itens costumam ser usados por apenas alguns minutos, mas levam centenas de anos para se dissolver , acabando em nossos mares e oceanos e prejudicando a preciosa vida marinha." A proibição incluirá isenções para aqueles que precisarem de canudos de plástico devido a necessidades médicas ou deficiências, com farmácias registradas autorizadas a vendê-los e restaurantes, e bares mantendo um estoque que eles poderão fornecer aos clientes mediante solicitação.

Espera-se que as medidas sejam capazes de reduzir a poluição por plásticos nos oceanos, que mata mais de 100.000 mamíferos marinhos e um milhão de aves por ano. Existem 150 milhões de toneladas métricas de plástico em nossos oceanos, e esse número triplicará até 2025, de acordo com o comunicado.

"Parar a produção e distribuição dessas ameaças de plástico de uso único os impedirá de poluir as praias em todo o país", disse Hugo Tagholm, diretor executivo da Surfers Against Sewage.

"É um passo muito positivo e corajoso na direção certa na batalha contra a poluição plástica."

Outras medidas incluem uma proposta de imposto do Reino Unido sobre embalagens de plástico que contém menos de 30% de conteúdo reciclado, que atualmente está em um período de consulta. E a ação global para enfrentar a crise dos resíduos plásticos está aumentando. No início de maio, os governos de 187 países concordaram em controlar o movimento de resíduos plásticos entre fronteiras nacionais, embora os Estados Unidos não estivessem entre eles.

Fonte CNN UK