Somos primitivos.

O Racismo é a prova do quanto ainda somos primitivos.

Cesar Jihad (Vulto Madhiba)

Racismo inacabado é direito negado

Partindo da ideia de Celso Jihad que diz: "O racismo é a prova do quanto ainda somos primitivos" podemos destacar o quanto algumas sociedades ainda estão paradas no tempo em função do seu grau de preconceito e como cada uma dessas atitudes fere os direitos humanos.

Um fator de fácil destaque em nosso cotidiano são as reportagens sobre injúrias e discriminações raciais que assistimos seguidamente. Mas como isso acontece em um sociedade que se diz tão desenvolvida? Lamentavelmente o que se tem no artigo 1° da Constituição, que diz que todos são iguais perante a lei, não é de fato seguido honestamente por todo cidadão, já que ser diferente, para muitos, é sinônimo de exclusão.

Outra questão que podemos destacar é o tema abordado no filme "Escritores da liberdade" que relata o preconceito perante negros, latinos, chineses e brancos, e acaba interferindo na vida dos adolescentes que passam a lutar para serem reconhecidos com "gente" na sociedade. Levando esse contexto para a vida real, conseguimos entender porque tantos jovens abandonam a escola, já que sentem-se excluídos ainda que portam os mesmos direitos de todos.

Por fim, sabe-se que a discriminação e o preconceito são crimes, que nem sempre fazem o culpado arcar com suas consequências e, enquanto isso continuar a ser considerado normal, continuaremos sendo vistos como uma sociedade do tempo das cavernas.

Fonte: https://enem.estuda.com/redacao_tema_envios/?id=1439

3-copy.png