Dia da Mulher foi marcado por protestos no mundo inteiro

Dia da Mulher foi marcado por  protestos no mundo inteiro

O Dia Internacional  da Mulher comemorado ontem (8)  foi marcado por protestos ao redor do mundo. 

 Espanha -  Mulheres protestaram através de uma greve geral feminista a qual teve o apoio dos principais movimentos sociais e sindicais, ao todo foram convocadas 120 manifestações. 

A atriz Penélope Cruz e outras celebridades participaram dos movimentos, segundo a atriz ela tem motivo suficiente  para participar da manifestação, referindo- se  ao fato de que hoje na Espanha o salário médio das mulheres  em geral  é 23% mais baixo do que dos homens. 

 Arábia Saudita -  País o qual recentemente as mulheres foram liberadas para dirigir e assistir a jogos de futebol, o dia foi marcado por uma grande prova de corrida. 

 Coréia do Sul -  Mulheres se reuniram para uma manifestação em Seul e em passeata gritavam " Me too"  fazendo referência a campanha que começou em Hollywood para denunciar abusos sexuais. 

 França-  O jornal " Liberátion "  subiu 50 centavos de euro para os  leitores homens com o objetivo de protestar contra a diferença salarial entre os sexos.  Além disso a Torre Eiffel recebeu uma iluminação especial. 

 Índia-  A violência contra a mulher indica números alarmantes e o país registra em torno de 40 mil estupros por ano, mesmo com as leis mais severas.  Centenas indianas saíram as ruas  para protestar contra esse número.