Porque os furacões tem nomes de pessoas?

Porque os furacões tem nomes de pessoas?

 

Você alguma vez já parou para se questionar de onde vem os nomes dos furacões e outros desastres naturais?

Ao contrário do que muitos pensam os nomes não foram criados em homenagem a personalidades. 

O Exército Americano foi o primeiro a usar nome de pessoas nas tempestades da Segunda Guera Mundial, eles escolhiam nomes de mães, esposas, filhas por isso naquela época a maioria dos nomes eram nomes de mulheres, no entanto em 1970 introduziram nomes masculinos para evitar a desigualdade de gêneros. 

A lista em especial dos ciclones gerados no Atlântico foi criada lá atrás, em 1953 pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, essa lista foi usada como base para a escolha dos nomes de outras regiões do mundo. 

Todos os anos essa lista é organizada alternando nomes femininos e masculinos, no caso desse ano a lista já passou por Arlene, Bret, Cindy, Don, Emily, Franklin, Gert, Harvey, Irma, José e Katia. 

Como a lista é repetida  a cada seis anos, você poderá ouvir novamente Harvey ou Irma em 2023, o nome só não pode ser reciclado se o furacão tiver causado um grande impacto como foi o Katrina em 2005 que deixou mais de 1.000 mortos , pois confundiria as pessoas. 

O chefe do programa de furacões tropicais da Organização Meteorológica Mundial disse que todos os anos recebe dezenas de pedidos de pessoas que querem colocar o nome dos seus filhos, namoradas, esposas em algum furacão. Curioso não?