Trump proibirá transexuais nas Forças Armadas americanas

Trump proibirá transexuais nas Forças Armadas americanas

 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez um anúncio  pela sua conta pessoal do twitter o qual proíbe  os transexuais a servirem as  Forças Armadas americanas. 

Conhecido pelo seu comportamento irredutível e discriminatório, Trump deu mais um passo oposto as causas as quais  o ex- presidente Barack Obama  acreditava. No mandato de Obama  os transexuais foram plenamente aceitos nas Forças Armadas  e ganharam o direito de tratamento e assistência para mudança de sexo. 

Trump justifica a  proibição com a seguinte frase : " Nossos militares não podem arcar com os custos médicos que os transgêneros representam" disse. 

Um estudo publicado recentemente concluiu que 1% , cerca de 13.000 dos militares que já trabalharam nas Forças Armadas são transgêneros, mas que os médicos militares não estão preparados para atendê-los, tampouco para auxilia-los na  mudança de sexo. 

Para a ex- oficial da marinha Devlin Mckeen os custos com os transexuais nas Forças Armadas são insignificantes, ao contrário do que o presidente alega. " Não somos uma ameaça" disse.