O melhor vendedor de ovos.

Era para ser apenas um "post", mas, o limite de caracteres, "obrigou-me" a publicar o artigo...

Deixo-vos com a seguinte reflexão...

Por que razão, mostramos que temos poder e somos superiores, quando compramos algo a pessoas - aparentemente - mais necessitadas?

E por que razão, ficamos generosos com aqueles que, nem sequer precisam de nossa generosidade?

“Um pobre estava a vender ovos na rua, quando foi abordado por uma cliente:

Ela perguntou: "Por quanto está a vender os ovos?"

O velho vendedor respondeu: “0,50 € cada ovo, Senhora".

Ela disse: “Levo 6 ovos por 2,50€, aceita ou vou embora.”

O velho vendedor respondeu: "Está bem, aceito vender ao preço que quer. Pode ser que seja um bom pronuncio, porque ainda não consegui vender um único ovo hoje!”

A cliente pagou os ovos ao preço que quis, com o sentimento de ter obtido um bom negócio. Ela seguiu o seu caminho, entrou no seu carro topo de gama e foi ter com uma amiga a um restaurante de luxo. Almoçaram bem e, no final ela pediu a conta. O valor da fatura era de 140€, a cliente entregou 150€, e disse ao proprietário do restaurante para ficar com o troco...”

Esta atitude da cliente, pode ser encarada como bastante normal para o proprietário do restaurante, mas, ao invés, torna-se muito penosa para o vendedor de ovos.

Algures li:

"O meu pai, por vezes sem precisar, costumava comprar alguns bens, a pessoas pobres, a preços elevados. Às vezes, ele pagava ainda a mais do que o preço pedido!

Fiquei preocupado com esse ato e perguntei-lhe por que ele faz isso?

Então o meu pai respondeu-me: "Meu filho, é uma caridade embrulhada com dignidade."

Moral da história, o mundo seria muito melhor se conseguíssemos nos colocar no lugar dos outro...

Dignidade não se compra numa esquina. Está no caráter e na humildade. Pobre daquele que não sabe o que é isso!

Written by

✓ Following

Arnaldo Andrade